A Mulher E O Cavalo

Mano Lima

 

Foi andando pelo mundo do jeito que o gascã quer

Eu descobri muita coisa entre o cavalo e a mulher

Mulher feia meu parceiro mesmo confiando a quadrilha

É como cavalo aporreado, ninguém gaba, nem encilha,

Mulher ciumenta amigaço por mais que seja prendada

É como cavalo torto sempre arisco e desconfiada.

Mulher rica e querendona e parelheiro enjardeiro

Todo mundo elogie e cobiça pra por o arreio

Mulher braba e caborteira perece jaguatirica

É como matungo queixudo nega o freio e adeus tia chica.

China que da faladeira passa o dia matraqueando

É cavalo de mascate anda vendo e comprando.

Minha mulher me deixou, cavalo roubaram um dia

A mulher não tem problema, cavalo é o que mais queria

Cavalo custa dinheiro e mulher não me faltaria.

A mulher desaforada por mais que tenha respeito

É como pingo coiceiro tem que se chegar com jeito

Mulher solita sem dono, bonita não perde a vasa

É cavalo de tropeiro desses que não para em casa.

Mulher sarnenta e dengosa e cavalo passarinheiro

Abre o olho meu irmão, sempre alerta companheiro

A mulher namoradeira de vereda ela se entrega

É igual matungo sogueiro em qualquer campo se pega

Mulher prenha e barriguda é como cavalo sião,

Anda com a chincha do sovaco e sempre perdendo o chergão

Mulher que logra o marido isso aprendi as duras custas

É igual bagual caborteiro de qualquer cosia se assusta.

Minha mulher me deixou, cavalo roubaram um dia

A mulher não tem problema, cavalo é o que mais queria

Cavalo custa dinheiro e mulher não me faltaria.